No Excuses!

Partilho com vocês se ajudar a inspirar e a te fazer sair da tua zona de conforto!

Nós somos SUPER e podemos tudo o que quisermos, se quisermos! NO EXCUSES! Sim, há imprevistos, há dias chatos, difíceis, desafiantes…Não permitas que esses dias se repitam…dia após dia. Dá-te tempo se for preciso mas não te enganes a ti própria, não te dês desculpas! Se é realmente algo que queiras (seja o que for) encontra soluções, não cries obstáculos! Se num dia não consegues fazer 100, faz 50, faz 30, faz 10…e se fizeres 0 garante que no dia seguinte fazes 100 ou 50…mas faz!

“Pior cego é o que não quer ver…e ainda atira areia para os próprios olhos”

Esta foi uma frase que me ocorreu há uns dias e faz-me muito sentido, daí partilhar contigo.

Partilho para refletires, para teres presente e aplicares na tua vida pessoal e profissional! Assume o que queres para ti e honra esse compromisso contigo!

Bem sei que, quando falamos em mudança de hábitos, os resultados e a gratificação não é imediata. Sei perfeitamente que é muito fácil achar que não vale a pena porque aquele copo de água que bebeste não fez diferença nenhuma na tua saúde naquele momento …ou que aquela sequência de exercício não te fez perder peso ou tonificar os músculos…sei disso! Os resultados e a gratificação, quando falamos de bons hábitos, não são imediatos. Por oposição, hábitos menos bons dão gratificação instantânea. Já tinhas pensado nesta perspetiva?

Faz-te sentido esta reflexão? Já paraste para perceber que desculpas te estás a dar para não fazeres o que precisas para teres o equilíbrio que queres?

As Super Mulheres com quem trabalho sabem que sou “pica miolos” e é com carinho que te digo isto! Porque somos SUPER e merecemos cuidar de nós…um passinho de cada vez, sem desculpas!

Ingredientes tóxicos em cosméticos e produtos de higiene

Esta foto foi tirada 2 anos antes da escrita deste artigo, no momento em que comecei gradualmente a fazer a mudança e passagem para produtos mais naturais.

É estranho olharmos para um rótulo e não sermos capazes de identificar os ingredientes que os compõem.

Quando iniciei esta caminhada de perceber o que poderia fazer diferente para promover hábitos mais saudáveis e aumentar as minhas probabilidades de engravidar deparei-me com esta questão.

Usamos diariamente uma enorme quantidade de produtos nocivos e tóxicos para o nosso organismo. Desde que acordamos até que nos deitamos: o champô e gel de banho, o desodorizante, o creme hidratante, a maquilhagem…e continuamos a fazê-lo ao usar produtos de limpeza em casa.

Ora, porque continuam a circular? Por sinal alega-se que as quantidades presentes são mínimas…o que não é considerado é o facto de essas quantidades mínimas se encontrarem em todos os produtos usados pela maioria das pessoas. Imagina, usares 10 produtos diariamente ao longo de dos anos! A nossa pele é um orgão altamente permeável, o que significa que irá absorver tudo o que lhe pusermos em cima.

Se, por um lado, alguns efeitos do uso destas substâncias se traduzem em irritações, eczema, alergias ou fotossensibilidade, por outro lado os riscos maiores não são imediatos e alguns destes ingredientes estão associados a questões de fertilidade (entre outros)

Muitas vezes dou por mim a pensar “Porquê?”. Porque continuam a produzir produtos sabendo que são usadas substâncias prejudiciais à nossa saúde (e ao ambiente). Após uma breve pesquisa, percebi:

Então, quando começaram a aparecer os primeiros cosméticos estes ingredientes foram essenciais para obter os resultados esperados. Mesmo após se perceber e associar estas substâncias a problemas de saúde…essas substâncias continuam a ser usadas. São usadas para conservar, para dar cor, textura, cheiro, para fazer espuma…

Na busca de mais informação sobre o tema cruzei-me com este vídeo que me parece explicar muito bem como funciona esta industria. Espreita abaixo e tira as tuas próprias conclusões.

Porque sei que pode ser um “bicho de sete cabeças” decifrar a lista de ingredientes nos rótulos dos produtos, deixo aqui uma lista de alguns a evitar!

FTALATOS

Para identificares no rótulo: DBP, DEHP, DIDP, FRAGANCE, PARFUM, DEP OU PHTHALATE.

FORMALDEÍDOS

Para identificares no rótulo: DMDM HYDANTOIN, FORMALDEHYDE, IMIDAZOLIDINYL UREA, GLYOXAL, SODIUM HYDROXYMETHYLGLYCINATE, DIAZOLIDINYL UREA, POLYOXYMETHILENE UREA

PARABENOS

Para identificares no rótulo: METHYLPARABEN, ETHYLPARABEN, BUTYLPARABEN ou outro componente terminado em PARABEN.

ALUMÍNIO

Para identificares no rótulo: ALUMINIUM, CHLOROHYDRATE

A lista é imensa! Para te ajudar a teres sempre a mão criei uma lista de ingredientes (estes acima e mais uns quantos) que deves evitar nos produtos que usas diariamente. Junta-te ao nosso grupo Exclusivo para teres acesso a todos estes conteúdos!

Como descobri o mundo da aromaterapia…

Renova-te… de dentro para fora.

Daí, a aromaterapia ser um complemento, parte de uma alteração gradual de um estilo de vida

Descobri o mundo da aromaterapia quando procurava uma “solução” para o facto de ainda não ter conseguido ser mãe. Sim, eu sei, não há soluções milagrosas mas tinha a certeza que haveria algo mais que poderia fazer para melhorar “de dentro para fora” e assim conseguir aumentar as minhas hipóteses. E, mesmo que o objetivo principal não se concretize, sei que estou a fazer o melhor por mim. Toda e qualquer mudança que faça nesse sentido será com certeza para melhorar o meu bem estar geral.

Encontrei então na aromaterapia não “A solução” mas um meio, uma ferramenta que me permitiria estar mais perto do que pretendo.

Por esta altura devem estar a perguntar: Então e já tiveste resultados? Bem, no que respeita a gravidez não… o objetivo da aromaterapia não é engravidar. É, como referi alcançar bem estar, encontrar equilíbrio. É parte de uma mudança, entre outras que devemos considerar, como refiro mais abaixo.

Há ainda muito a explorar neste mundo da aromaterapia e o meu foco é mesmo este de reencontrar o equilíbriofísico, mental e hormonal… de forma mais natural. Tem sido uma descoberta fantástica e com um verdadeiro impacto no meu bem estar! Já não me lembro da última vez que fui à farmácia!

Importa salientar que, como disse no início não há receitas mágicas e a mudança deve ser integral. Daí, a aromaterapia ser um complemento, parte de uma alteração gradual de um estilo de vida. Se, tal como eu, procuras esse equilíbrio na tua vida partilho algumas áreas a que deves dar atenção para uma mudança gradual mas efetiva:

  • Alimentação equilibrada
  • Exercício físico
  • Sono reparador
  • Meditação/Relaxamento
  • Terapias Alternativas
  • Paixão pelo que fazes
  • Mindset e Perspetiva de Vida

Em próximos artigos irei explorar um pouco mais estes tópicos…fica atenta para não perderes pitada e começares JÁ a viver a vida que realmente queres!

Também és curiosa e procuras soluções e diferentes alternativas para teres um estilo de vida mais natural?

Partilha nos comentários para que te possa ajudar a criar esse caminho.

5 frases que as “não mães” já ouviram

Olá Mulher com M grande!

É com este artigo que te quero apresentar este meu novo espaço. Um espaço onde quero ser e dar voz às Mulheres que, como eu, têm o sonho de ser mãe e por algum o motivo o viram adiado. É um espaço para Mulheres que passaram por uma perda gestacional e carregam o peso da sociedade [como se não bastasse carregarem o seu próprio peso]. Vamos ter oportunidade de conversar muito. Vou-te dando a conhecer a minha história e quero ouvir a tua!

Antes de chegar à perda, propriamente dita, vamos dar uns passinhos atrás e pensar [recordar se for o caso] nas frases que já ouvimos. Frases carregadas de pressão social e de desconhecimento e empatia pela nossa realidade.

A sociedade em geral não tem culpa. Falta informação, falta empatia, falta compreensão pelo mundo do outro e que desconhecemos. Chamei “não mães” pois são todas as Mulheres que por opção, porque ainda não conseguiram ou por outro motivo não são mães ou optaram não o ser. Este texto é na primeira pessoa e por isso os comentários que faço são na perspetiva de quem sonha ser mãe. Mas as afirmações, essas, continuam a ter impacto na mente de quem as ouve, seja qual o motivo porque não são mães.

Foi quando dei por mim envolvida nesta viagem da (in)fertilidade que tive mais consciência destes aspetos. Daí, volto a frisar… a sociedade não tem culpa, simplesmente não está educada/sensibilizada para estas questões.

Destaquei apenas estes 5 exemplos mas poderia mencionar outros. Noutro texto partilharei contigo as frases que passei a ouvir após a minha perda gestacional e que nenhuma Mulher quer e precisa ouvir.

O que ouvi, continuo a ouvir e tu provavelmente também já ouviste:

“Falas assim porque não és mãe. Queria ver se estivesses no meu lugar”

[…como eu adorava poder estar “no teu lugar”]

“Se tivesses filhos não conseguias ter a casa sempre arrumada”

[…ter brinquedos espalhados pelo chão da sala faz parte dos meus sonhos!]

“Estás à espera de quê para ter bebés?”

[…só estava à espera que perguntasses. Vou já tratar disso!]

“Sabes que já não vais para nova e o corpo não perdoa!”

[…realmente. Só estou a tentar nos últimos 10 anos. Talvez devesse ter começado logo aos 15]

“Ai… já nem me lembro a última vez que fui ao cinema com o marido”

[…há momentos para tudo com equilíbrio. Eu adorava ter tardes de cinema com desenhos animados e pipocas ou umas bolachinhas caseiras!]

Identificas-te com alguma destas frases? Tal como eu, já deste por ti a querer dar uma resposta torta? Eu sei, não são ditas por mal. São ditas de forma natural e inconsciente, sem pensar exatamente no impacto que pode ter no dia de quem as ouve.

Vamos espalhar mais informação para que, cada vez mais, a sociedade esteja informada e consciente?

* * *

pequenas Mudanças. grande transforMação

#mulhercomMgrande

Bálsamo de lábios sempre comigo

Olá! Hoje vou falar-te de um essencial que anda sempre comigo. Aliás tenho vários para ter sempre à mão – na carteira, na mesinha de cabeceira e no trabalho! Sim, é verdade, estou a falar do bálsamo para lábios.

Uso todo o ano e já experimentei vários, no entanto nos últimos tempos percebi que posso optar por soluções mais naturais e sem químicos desnecessários.

Um dos próximos momentos de DIY será para fazer o meu próprio bálsamo para lábios. Parece-me bem simples, tal como eu gosto! Confere nesta receita abaixo:

Para fazeres o teu bálsamo de lábios:

  • 3 colheres de sopa de óleo de cocô
  • 5 colheres de sopa de cera de abelha
  • 12 gotas de óleo essencial
  1. Coloca o óleo de cocô e a cera de abelha numa taça e leva ao microondas (mexe a cada 30s até ficar no seu estado liquido) OU faz o mesmo processo em banho-maria.
  2. Retira e adiciona os óleos essenciais.
  3. Mistura delicadamente.
  4. Verte para o recipiente. [podes usar destes]
  5. Deixa arrefecer cerca de 15 minutos.
  6. Tapa e decora a tampa a gosto se for o caso.
  7. Leva para todo o lado e desfruta!

O que te parece? Vais experimentar?

Alguns exemplos de óleos essenciais que podes usar são: lavander, peppermint, grapefruit, geranium. Eu uso e recomendo os desta marca e podes saber mais aqui. Envia mensagem para qualquer esclarecimento adicional!

Entretanto, e enquanto não tenho os ingredientes para fazer o meu próprio lip balm incluí na minha encomenda o conjunto que vês na foto e fiquei rendida! Económicos, super suaves e hidratantes… e sem químicos. O difícil foi escolher qual experimentar primeiro!

Qual seria o primeiro que experimentavas?

Água alcalina – o que precisas saber

Nos últimos tempos tenho pesquisado sobre a importância ou não da alcalinidade da água que ingerimos.

Mariana… o que é isso da água alcalina?

A acidez ou alcalinidade da água é medido pelo Ph – potencial de hidrogénio – que pode variar entre 0 e 14 [sendo 7 neutro, abaixo de 7 ácido e acima de 7 alcalino]. Ora, quando nascemos o nosso organismo é alcalino. Com os nossos hábitos alimentares, stress, poluição e outros fatores tende a tornar-se ácido. São os nosso rins que ficam com a função de manter a alcalinidade do nosso organismo entre 7,3 e 7,4.

Independente do Ph da água é importante beber a quantidade necessária por dia para mantermos a hidratação necessário e que interfere com o bom funcionamento do nosso organismo.

Não há, na verdade, certezas ou estudos claros e conclusivos quanto aos benefícios efetivos da água alcalina. Do meu ponto de vista o equilíbrio é essencial, sem dramas nem fundamentalismos.

Quais são alguns dos benefícios apontados à água alcalina?

  • Melhora a saúde óssea
  • Ajuda na digestão
  • É antioxidante
  • Melhora o aspeto da pele
  • Dá mais energia
  • Promove a imunidade

Como saber se uma água é alcalina?

As águas engarrafadas têm no rótulo a referência ao Ph. Deixo abaixo alguns exemplos de águas com Ph alcalino.

  • Água Evian – 7.2
  • Água com gás Castello – 7.3
  • Água Jana – 7.4
  • Água dos Carvalhelhos – 7.8
  • Água Monchique – 9.5

Posso alcalinizar a minha água em casa?

Podes sim. O limão, apesar de ser um alimento ácido, funciona como alcalinizador ao entrar em contacto com o nosso organismo. Adiciona o sumo de limão à água para teres a tua água alcalinizada.

Um “truque” que tenho usado é fazer água aromatizada. Coloco rodelas de limão, uma rodela de gengibre, folhas de hortelã [por vezes um pau de canela] e 1 ou 2 gotas de óleo essencial de limão diluído numa colher de mel. Rápido e prático para ter água saborosa e, assim, conseguir beber a quantidade diária que preciso mais facilmente.

|Nota Importante: o óleo essencial deve ser SEMPRE diluído num óleo pois não se diluem em água e a ingestão pura pode trazer complicações. Se tiveres dúvidas aconselha-te antes de os usares|

Bebes a quantidade de água diária necessária? Conta-me tudo! Junta-te a mim no instagraM#comMgrande. Vem desafiar-te a conquistar…

Pequenas Mudanças…Grande Transformação!