Este é um tema que me levou a refletir sobre o significado da palavra.

o·be·di·ên·ci·a

substantivo feminino

1. Cumprimento da vontade alheia.

2. Submissão.

3. Preito de homenagem.

4. Domínioautoridade.

5. Prioradoigrejamosteirogranjaetc., dependentes de uma ordem religiosa.

obediência passiva
• Submissão cega.

“obediência”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Num outro dicionário encontra-se a referência “Obediência é um substantivo que define a ação de quem obedece, de quem é dócil ou submisso. Uma pessoa que segue, cumpre ou cede às vontades ou ordens de alguém.”

Ora, o significado da palavra leva-me de volta à reflexão

“Será que queremos realmente crianças obedientes?”

Acredito que a resposta passa por capacitar as crianças para que …

🔸…colaborem
🔸…partilhem opiniões
🔸…sejam capazes de reconhecer e regular as suas emoções
🔸…conheçam as suas responsabilidades
🔸…conheçam os limites
🔸…distingam o certo do errado
🔸

Deste modo e de forma integral damos às crianças condições para “obedecerem” de forma natural, ou seja, respeitando também os seus limites e interesses. Ao mesmo tempo, damos espaço à criança para questionar ou apresentar pontos de vista que podem escapar ao olhar adulto.

Sem dúvida, que por vezes seria muito mais fácil [ou não] se as crianças fossem robots programáveis que fizessem tudo o que é pedido à primeira, que não questionassem a autoridade do adulto e que fossem tão obedientes como um “animal amestrado”!

Desculpa as analogias mas parece-me maior o impacto e assim mais fácil de transmitir este ponto de vista.

No futuro, como esperas que responda o jovem e adulto em que a

criança de hoje se vai tornar?

A. Seja obediente e faça tudo o que lhe mandarem sem questionar | Não seja capaz de dizer não | Seja influenciável e não consiga tomar as suas próprias decisões | Crie uma baixa auto estima.

B. Tenha a capacidade de questionar o que o rodeia | Seja capaz de dizer “não” quando não quer fazer algo ou não concorda com algo | Seja autónomo na tomada de decisões | Desenvolva uma auto estima saudável

Concordas ou tens uma opinião diferente sobre este assunto? Partilha para discutirmos diferentes pontos de vista.